Ontem, fiz 27.

Sem crise, sem drama, são só 27.
Sem emprego, sem carro, sem diploma.
Mas de coração transbordando.

Com 27 eis me aqui, nunca sai tanto da minha zona de conforto como no último ano, já faz tempo que mudo de casas, cidades, mas a mudança por dentro (e mais inportante) veio somente agora.
Eu já tinha total noção que precisava ser alguém para o mundo, fazer a diferença, mas até então tudo era no plano das idéias.

Nesse último ano naveguei por dentro de mim mesma, exorcisei sentimentos, abandonei hábitos que só me faziam mal.
Não, não me tornei vegana ou fitness.
A mudança foi totalmente emocional.
Constitui quem e o que era sagrado, respeitável e dispensável.

14089098_1113340905409634_3759012443911136960_n

Aprendi o que era empatia, me compadeci das dores do próximo, do entrevistado, do documentado, da criança na Síria.

Resolvi amar, amar deliberadamente e nunca fui tão feliz como nos meus 27.

Abrigada Mamãe querida (Marcia Cavadas), por fazer questão de celebrar meu dia, aos queridos que compareceram.
E aos meus poucos e bons amores q mesmo de longes me aquecem

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s